Notícias

Pandemia agrava tabagismo

post-inner-6

Tabagismo nunca combinou com dentes bonitos, muito menos com a saúde bucal. Em tempos de pandemia, o isolamento social contribuiu negativamente para a questão. Conforme dados da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), 34% dos fumantes brasileiros declararam ter aumentado o número de cigarros fumados neste período.

Como o tabaco causa diferentes tipos de inflamação e prejudica os mecanismos de defesa do organismo, fumantes têm maior risco de contrair infecções por fungos, bactérias e vírus, fator de risco para transmissão do Coronavírus e para o agravamento da doença. Halitose; câncer bucal (denominação que inclui os cânceres de lábio e de cavidade oral – mucosa bucal, gengivas, palato duro, e assoalho da boca); e doença periodontal são doenças associadas diretamente ao fumo.

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), estima-se que 15.190 mil novos casos de câncer na cavidade oral podem surgir neste ano, sendo 11.180 casos com incidência em homens e 4.010 em mulheres. Por isso, é papel de todo Cirurgião-Dentista alertar aos pacientes fumantes sobre a necessidade da higiene dos dentes e a prevenção de problemas como o tártaro, que podem evoluir para doenças graves.

Com informações do CFO: https://website.cfo.org.br/dia-nacional-de-combate-ao-fumo-pandemia-evidencia-novo-alerta-sobre-maleficios-do-tabaco-a-saude-bucal-afirma-cfo/




Mais notícias


4258.13 Post_Prancheta 1

Eleições ABO-PR

28 de outubro de 2020
post-img8

Guia de atendimento pós-pandemia

26 de outubro de 2020
Notícias mais recentes